Quantos anos tem o meu filho?

Estou na luta contra a balança!

Emoções


MusicPlaylistRingtones
Create a playlist at MixPod.com

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

O Valor do Sofrimento


O VALOR DO SOFRIMENTO

O sofrimento é um caminho inevitável e indispensável ao nosso crescimento.
Ele ensina-nos a vida, a apreciá-la, a ter mais prazer em senti-la e a vivê-la inteiramente.
Já chegámos a este mundo carregando toda uma bagagem de características que nos fazem únicos.
E as dificuldades lapidam-nos. Por vezes tanto e tanto que não compreendemos.
Olhamo-nos no espelho e nos perguntamos "Porquê eu?".
Olhamos as crianças que sofrem e nos dizemos "Que injustiça!"
Mas o sofrimento é uma condição do nosso aperfeiçoamento.
Olhem as flores que são podadas cada ano!
Elas choram também. Mas... em cada galho cortado um novo broto se forma.
E como as flores são mais belas, viçosas, renovadas!



Elas renascem a cada vez, enquanto a base fica cada vez mais forte e sólida.

E a vida poda-nos com frequência. Umas pessoas mais que outras.

Os que aceitam as dores e fazem delas escudo tornam-se grandes.

Os que se debatem tentando evitá-las são sufocados e morrem pequenininhos.

Grandes homens e grandes mulheres têm geralmente atrás de si uma grande história de lutas e batalhas.

Não se lamentem por a vida vos ter trazido sofrimentos, quer sejam físicos ou emocionais.

Aceitem-nos! E façam deles a vossa arma de luta, um escudo!

Quando a tempestade passa vocês vão poder olhar para o céu calmo e contar as estrelas que vos olham de longe... e vos admiram, com toda a certeza!!


Só percebemos o valor das coisas quando não as temos mais ou quando nos arriscamos a perdê-las.
Assim é a vida!

Aprendam que os sofrimentos não vêm para vos derrotar, mas sim para vos tornar mais fortes!

A felicidade, todos nós merecemos, só que através das vossas provações, vão ter uma visão diferente do que ela representa.

Abençoadas sejam as dores se, nos tornando humildes, nos engrandecem!

Abençoada seja a vida que, nos lapidando, faz de nós uma jóia inigualável e sem preço!

(Letícia Thompson)


****************************************************************************


Queridos Amigos,

A vida não é sempre um mar de rosas!

Todos nós passamos por situações dolorosas e tristes, mas há que ver a beleza da vida depois das lágrimas enxugadas!!

Há sempre algo de bom e proveitoso, só precisamos aprender a olhar depois de abrirmos os olhos, mesmo se o que nos feriu ainda está presente, pois não se consegue apagar o que passou.

Podemos, sim, perceber que um novo caminho se abre e que naquele dia já estamos um bocadinho mais amadurecidos, que podemos tirar lições de tudo o que vivemos!

Um dia, num dia menos bom na minha vida, uma amiga minha muito querida, disse-me estas palavras que jamais esquecerei: "Atiraram-te uma pedra? Guarda-a. E sempre que te atirarem pedras, guarda-as e vai construindo degraus para subires e tornares-te mais forte!!".

NÓS TEMOS FORÇA DENTRO DE NÓS, TEMOS QUE SABÊ-LA USAR NA ALTURA CERTA!


TEMOS UMA MISSÃO NESTA VIDA: SER FELIZES!

Bom fim-de-semana com muito carinho, paz e alegria dentro dos vossos corações lindos!

Beijinhos carinhosos e abracinho meiguinho.

22 comentários:

karoxinha disse...

Olá

quantas e quantas vezes pensamos "porque raio estas coisas só me acontecem a mim???" nem sempre é facil ultrapassar ecrtas coisas... é uma questão pensarmos que a bonança chega logo de seguida, embora uitas vezes seja mais facil falar q fazer... mas ha que ter esperança, né...

bjinhos karinhosos
karoxinha

Sol da meia noite disse...

"Podemos, sim, perceber que um novo caminho se abre e que naquele dia já estamos um bocadinho mais amadurecidos, que podemos tirar lições de tudo o que vivemos!"

... porque crescer, minha amiga, é libertarmo-nos da dor.

Um beijinho *

Dois Rios disse...

Minha querida Pipinha,

A dor é o nosso maior ensinamento. Com ela exercitamos a tolerância, a paciência, a resistência e o amadurecimento.

Beijos meus,
Inês

Mamã Nocas disse...

Desculpa a minha ausência...
Beijinhos hiper grandes, com saudadinhas.
CHUÁC!!!

Sereia* disse...

Beijos enormes de Sereia* e abraços ainda maiores*

Verdinha disse...

O nosso sofrimento parece mais pequeno se olharemos para o sofrimento dos outros. E é o grande ensinamento !
Beijinhos verdes cheios de esperança

Eärwen Tulcakelumë disse...

Querida Pipinha,

Como foi feliz este teu post, preciso, uma lição muito bem aplicada. Viemos realmente a est mndo para sermos felizes, para aprender a lidar com as possíveis pedras que por ventura pintarem em nosso caminho, tudo que nos acontece é uma lição para que possamos ser melhores a cada passo.
Obrigado por esta magnifica lição deixada aqui.

Pérolas incandescentes de inspiração entrego em tuas mãos.

Com carinho

Eärwen

Menina disse...

Este post é uma grande mensagem de força =)

Depois de o ler, parece que nos sentimos com mais capacidade para enfrentar tudo!

beijinho*

Luísa disse...

Pipinha minha Querida,

è a maior das verdades, que só valorizamos o que se perde, porque infelizmente enquanto temos, o noos lado de humanos e logo egoistas cega-nos ao ponto de não nos apercebermos disso.

Chegar a esaa conclusão é sinal de evolução, crescimento e vontade de mudar o que no passado se fez.

Só assim ficamos mais completos mais "gente", é ou não é?

Beijinhos doces

Papoila disse...

Vim retribuir a visita...
Gostei do blog, gostei do texto e muito!
Beijos

Pjsoueu disse...

A provação, dor ou sofrimento saõ uma espécie de professora.

Professora atenta, cuidadosa, dura é verdade; mas sempre pronta a ensinar aqueles que pela inteligência quer aprender a viver.

Pipinha, confesso que não gosto desta professora; mas ela me tem ensinado as melhores lições para a vida.

Um beijo com o desejo que a professora te ensine suavemente...

Carinhosamente, Pj

O Profeta disse...

Olhos brilhantes maré tardia
Cabelos rebeldes em desalinho
Pés descalços no, frio barro
Um berlinde atirado ao caminho

Um bando de alegres pardais
Ou um domador de tempestades
Apenas um pássaro charlatão
Dividindo o pão em metades


Vem mergulhar com os Capitães do Calhau


Mágico beijo

Nilson Barcelli disse...

Dois textos cheios de verdades indesmentíveis.
O da Letícia Thompson e o teu.
Gostei de ler.
Beijinhos.

o escriba disse...

pipinha

Gostei dos dois textos.
As coisas boas devemos gravá-las em pedra e as coisas más devemos gravá-las na areia.As primeiras ficarão para sempre e as segundas serão levadas pelos ventos e marés do esquecimento.

bjs
Esperança

. Rita disse...

É verdade que a vida não é um mar de rosas, mas que fazemos quando ela se torna um mar de espinhos?! Para que lado corremos? E quando nos deixamos cair, como nos levantamos?! Em que almofada escondemos o rosto?

Pipinha, desculpa este meu pessimismo, ando simplesmente a descobrir a vida e a aprender a viver!

Beijinho minha querida *

Saudade,

Rita

Peter Pan disse...

Especial e Doce Amiga:
O sofrimento faz-nos gigantes. Conhecedores. Plenos de garra e pertinácia para encarar a vida de forma feliz e vivendo-a na plenitude.
Um post deslumbrante da sua ternura e magia de enternecer.
As palsvras expressas sáo doces. Sinceras. Admiráveis.
Sim! Levantemos sempre a cabeça perante o desencanto e a adversidade. Podemos transpô-las com o nosso imenso poder de a decorar com cores belas e ternas muito sensíveis e fantásticas.

"...Olhem as flores que são podadas cada ano!
Elas choram também. Mas... em cada galho cortado um novo broto se forma.
E como as flores são mais belas, viçosas, renovadas!..."

É uma preciosidade linda. Uma flor rara que sabe lidar com o sofrimento e o ultrapassa com genialidade e encanto.
Adorei.
Beijinhos amigos de muita estima, respeito e sincera amizade.
Sempre a ouvi~la atentamente e a apreciar a beleza e pureza que emana de si.

p.pan

Filoxera disse...

Sabes, caio sempre na ideia inicial errada: vejo as núvens que dizem a idade do teu filhote como sendo um post que já vi e volto atrás. De repente, faz-se um clique e lembro-me do engano. E vejo que há novidades para ler.

Quanto ao sofrimento, claro que faz parte da vida, mas acho que em certas vidas e/ou certos momentos, atinge doses excessivamente elevadas...

Espero que não seja o teu caso.
Beijos.

Je Vois la Vie en Vert disse...

Não desprezando o sofrimento, tenho que dizer :

Hoje, sinto-me uma "Super Trouper" !
Vai ver no meu blog se quiseres saber porquê....

Beijinhos verdinhos

Angel of Light disse...

Já tenho saudades de te ver por aqui... lembra-te do que te disse!

Bom Domingo para os três!

Beijinhos de Amor, Paz e Luz!

Eärwen Tulcakelumë disse...

Apesar do domingo chuvoso aqui na terra do fogo, venho deixar uma pérola incandescente de carinho amigo.

Eärwen

Tranças disse...

Oi, miga. Emocionei-me com o texto, pois lembrei-me de ma amiga que num mês viu o ... morrer.Acho que lhe vou dar este texto, posso???

Um beijo

Maria Soledade disse...

Querida Pipinha:

Eu já tenho sido BEM LAPIDADA pela vida mas, ao contrário de muitas pessoas que perguntam:-Porquê a mim?eu costumo fazer a pergunta de outra forma:Porquê não a mim?O que sou eu mais que qualquer outra pessoa?E assim vou aceitando as gravíssimas pancadas da vida sem grandes queixas.Se tentares transformar os maus momentos ou as partidas que a vida te prega em momentos hilariantes tudo se torna bem mais fácil, e olho que eu falo com conhecimento de causa.O grande mal, é que por vezes as pessoas tendem a valorizar pequenos abalos como se do fim do mundo se tratasse!E quando a vida nos dá novas oportunidades a nossa obrigação é aproveitá-las e servirmo-nos dos piores momentos apenas como lições de vida, que se calhar e até sem nos apercebermos estaríamos a precisar...

Não é por acaso que as flores são cortadas e depois nascem de novo...muito mais bonitas!!!

BEIJINHOS