Quantos anos tem o meu filho?

Estou na luta contra a balança!

Emoções


MusicPlaylistRingtones
Create a playlist at MixPod.com

terça-feira, 15 de abril de 2008

Viver não dói


VIVER NÃO DÓI


Definitivo, como tudo o que é simples.

A nossa dor não advém das coisas vividas, mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.

Por que sofremos tanto por amor ?

O certo seria nós não sofrermos, apenas agradecer por termos conhecido uma pessoa tão maravilhosa, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez companhia por um tempo razoável, um tempo feliz.

Porque automaticamente esquecemos o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projecções irrealizadas, por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado do nosso amor e não conhecemos, por todos os filhos que gostaríamos de ter tido junto e não tivemos, por todos os shows e livros e silêncios que gostaríamos de ter compartilhado, e não compartilhamos.

Por todos os beijos cancelados, pela eternidade.

Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um amigo, para nadar, para namorar.

Sofremos não porque a nossa mãe é impaciente connosco, mas por todos os momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela as nossas mais profundas angústias se ela estivesse interessada em nos compreender.

Sofremos não porque a nossa equipa perdeu, mas pela euforia sufocada.

Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam, todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.

Como aliviar a dor do que não foi vivido ?

A resposta é simples como um verso:

Iludindo-se menos e vivendo mais !!!

A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade.

A dor é inevitável.

O sofrimento é opcional.

(Carlos Drummond de Andrade)

10 comentários:

Angel of Light disse...

Querida Amiguinha!

Só se fosses louca é que vinhas a uma festa de uma pessoa que nem conheces. Mas como dizes, e muito bem:"Quem sabe um dia?". Se calhar até estou mais perto do que julgas e até tenho alguma coisa em comum contigo. Bem, uma tenho mesmo...

Convidei-vos porque foi uma maneira de mostrar que, realmente, tu és muito especial para mim, neste mundo virtual. Gosto muito de ti. Não sei explicar porquê mas há coisas, para as quais não temos muitas respostas. Sinto, do fundo do coração, que és uma pessoa com um lindíssimo "interior" e isso faz-me muito feliz.

Se achares bem, envia-me um e-mail para o endereço que aparece no meu blog, para falarmos melhor. Mas só se o teu coração assim o dizer. Segue sempre o teu lindo coração.

E agora vou voltar aos preparativos. Mas antes, vou fazer um voo supersónico às tuas viagens.

Beijinhos cheios de Amor, Paz e Luz!

Cris V disse...

ola,
gosto muito do teu blog, mas hoje tive tempo para te deixar um beijinho, com tudo de bom.
Cris V

Branca disse...

Sim, sem dúvida!
Precisamos mesmo de viver mais a realidade!

Gostei de conhecer o teu cantinho :)
Volto mais vezes!
Volta ao meu sempre que quiseres, és bem-vinda lá :)

Beijinhos e boa semana :)

Angel of Light disse...

Bom dia queridinha!

Já te enviei coisinhas novas...surpresinhas!!...

Um beijinho GIGANTESCO cheio de Amor, Paz e Luz!

ADOROOOOOOOOOOO-TE!!!! Bjhs gordos a todos!

karoxinha disse...

Olá

as vezes preocupa-nos com coisas tao "insignificantes", que não nos damos conta que nao estamos a viver o q deveriamos... eu acho que as vezes nos esquecemos mesmo de o fazer... de viver a vida...

bjinhos karinhosos
karoxinha

MEUS AMORES... disse...

Oi amiga !!! Eu sempre gosto de entrar no teu blog ,por que sempre me sinto mais feliz, posso esta triste mais sempre encontro aqui uma palavra de conforto.
obrigada !!

Menina disse...

Olá*

Gostei muito do texto, fez-me pensar...

Sim, sofemos muitas vezes por coisas que não valem a pena, em vez de tentar aproveitar tudo o que a vida tem de bom. Principalmente aproveitar o Agora, o momento que estamos a viver..

Beijos*

Mamã Nocas disse...

És uma querida...
beijinhos bons

Angel of Light disse...

Cadé mais posts? Andas paradinha! Ou será que ficaste pelo Rio de Janeiro, a fazer praia... (hihihi...)

Beijinhos cheios de Amor, Paz e Luz!

Bandys disse...

Oi,
Obrigada pela visita. adorei.
"A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade." Essa frase diz tudo. Seu post perfeito.
Beijos